sábado, 12 de junho de 2010

paracaetaneando


Olha eu boba com uma data comercial...
Nunca sofri por não comemorar essas datas, no natal não me sinto sozinha, não ligo para o meu aniversário, não como chocolates na páscoa nem me empolgo com carnaval e copa do mundo, dia dos namorados nunca foi sofrido pra mim... E hoje pela manhã o amarelinho me trouxe uma caixinha cheia de flores para me aquecerem... É, amanhã é dia dos namorados, e não é que eu nem estava pensando nisso, uma vez que alguns km me separam da minha namorada... Agora eu estou com meu cachecol me aquecendo e exibindo minha linda camiseta paracaetana (momento divulgação)... Tudo de bom ter uma namorada estilista, minha camiseta é a mais linda do mundo... Não só pela camiseta... Sabe quando você ganha um presente feito com todo o carinho do mundo, e você sente?
É gente... Pela primeira vez eu estou feliz por existir essa data comercial, que nunca fez sentido... Mas não vou olhar nenhum casal apaixonado na rua e sofrer por estar longe... Eu vou ficar na minha ouvindo músicas e lendo qualquer coisa que faça eu me sentir ao lado dela... Ficarei só paracaetaneando, mas me sentindo abraçada...

13 comentários:

  1. Sou tão lesada que pensei que amanhã fosse o dia dos namorados... E é hoje ¬¬

    ResponderExcluir
  2. Um rosto na multidão12 de junho de 2010 16:17

    SEMPRE O AMOR
    Nunca seria capaz de acreditar naquele momento que me encantava
    E quanto mais forte ecoava aquela voz, mais forte sentia o palpitar em meu peito
    E a emoção explodiu!!
    Desabafos, euforia, tudo expulso dali
    Conflito de sentimentos, indescritível, impensável..
    E se aquela melodia pudesse secar a lágrima, que sem querer escorria
    Eu me perdoaria por tal falta de pudor !!!
    Delirando em certa música, já não mais sabia
    Se eu estava ali,
    Se era sua saudade que me consumia,
    Se eu estava nele ou se apenas respirava aquele ar, aquela nostalgia
    Nem o porquê de tantos “Se” eu saberia...
    Somente o amor seria capaz de explicar tal comoção..
    O amor daquela saudade, o amor evocado naquela arte
    O amor que vivi, o amor que ainda surgirá
    Simplesmente o amor,
    Notavelmente a música é minha companhia,
    Às vezes enlaçada por mais braços, às vezes sozinha
    E ao notar que ao meu lado, ele não está
    A indignação vem gritando, o que para sempre, em mim estará
    21/10/2009

    ResponderExcluir
  3. Um rosto na multidão12 de junho de 2010 16:28

    POSEIDON ENTRE SOPROS, EMBARCAÇÕES E MARES

    Muitas luas presenciaram meu adormecer
    Revivendo tuas margens em minhas mãos
    Mesmo que a ferida gritasse, o quanto se divertias em noites em vão
    Tentava decifrar por que repentinamente,
    As mesmas ondas que embalavam nossos corpos
    Provocaram aquele maremoto, que me atirou com força para longe
    Perdida fiquei, sem mar, sem rumo, meu céu em branco e preto
    Soube que tuas ondas saudavam outras sereias
    Queria ser Netuno e com meu tridente, lançá-las para outros mundos
    Demorei a acordar do pesadelo. Emudeci ! Os astros riram
    Aos poucos percebi que esta distância era necessária
    Agora se tu és onda, recebes a mensagem de nosso Deus
    E note que meu barco está à espera de nossos antigos mares
    Cada canção que este insolente faz, entrega ao oceano
    Chegando em tuas curvas, em tuas águas as palavras devotadas a ti,
    Nossa sintonia é secretamente entendida por nossos olhos
    Muitas noites passaram, e agora estamos aqui
    Pudera eu, evocar São Pedro, para enviar nestes dias de chuva
    Um vendaval que trouxesse tuas ondas para perto da minha nau
    E nos dirigíssemos ao encontro de novas “Noites com Sol”
    Mas que me desculpe o porteiro do reino dos Céus,
    Se tuas mensagens não foram endereçadas a mim
    Que me perdoem os anjos por acreditar, que poderia ser o começo, um novo momento.
    Por acreditar que mesmo calado tu me sentias
    Que meus cansados dardos em teu coração chegariam
    E que meu velho barco, mesmo que insolente, tua onda atraía.
    28/10/2009

    ResponderExcluir
  4. Um rosto na multidão12 de junho de 2010 16:38

    Aqui estão dois: são textos simples, mas feito de coração e alguns com ardor nas mãos..aceito críticas, exclusões rs e tudo que for merecedor, tô preparada para a negação (eu acho..). Ah! respondi a outra pergunta no outro tópico. PAZ E BEM.. e "Vamos comer Caetano, vamos desfrutá-lo, vamos comer Caetano, vamos começá-lo"

    ResponderExcluir
  5. :D
    lindos ^^
    Você cada dia me deixa mais curiosa

    ResponderExcluir
  6. Um rosto na multidão12 de junho de 2010 18:51

    Lindos nada, bonitinhos (o feio arrumado como diz o ditado rs) !! Tenho a mania horrível de às vezes escrever e salvar, dias depois ler e apagar. Tantas palavras já se foram, juntamente com algumas marcas. Eu e minha mania de divagar sorry..

    "A cura para o tédio é a curiosidade. Não existe cura para a curiosidade."
    (Ellen Parr)

    "O mistério gera curiosidade e a curiosidade é a base do desejo humano para compreender." (Neil Armstrong)

    Curiosidade é boa e ruim, às vezes beira alguns instintos mas tem o fio tênue beirando a decepção também. Mas calma não sou nenhuma serial killer..Apesar da carranca também não sou um monstro..rss..abraços mocinha - aqui são 22h43.

    CHICAS NA PRAIA DE COPACABANA!!!!
    No Fifa Fan Fest, dia 26 de junho às 18h, na arena montada na praia de Copacabana (entre a Rua Duvivier e a Princesa Isabel), DE GRAÇA!!!

    Bommmm, muito bom...

    ResponderExcluir
  7. 26 de junho ainda ta tão longe =/
    Rs...
    Eu acho que sei quem é você...
    Mas não tenho certeza...
    Não acho que seja uma serial killer... Acho que serial killers não perseguiriam fãs das Chicas...
    Rs
    Mas eu vou CLARO...

    ResponderExcluir
  8. Um rosto na multidão13 de junho de 2010 07:54

    Nem serial killers nem eu, perseguiria os fãs das Chicas..eu persigo as Chicas..rss. Em Brasilia 11:43, esse blogspot só mostra a hora errada..aff. Eu vou tentar ir, ta um pouco longe mesmo. Pior é o show do The Cranberries, só em outubro e da Céu em setembro..eu acho. Já perdi ontem o da Roberta Sá..hunf.

    PAZ E BEM - Abraços

    ResponderExcluir
  9. Faz um esforço...
    Também farei um esforço na verdade, não ando muito bem, mas as Chicas são um bom motivo para eu ficar bem... Eu não fiz nada esse final de semana, e perdi orquestra imperial...

    ResponderExcluir
  10. um rosto na multidão14 de junho de 2010 13:56

    Bom,acredito que aqui não seja o local para abordar isso, mas o que se passa ? Por que não andas muito bem ? As meninas sempre animam sim verei se apareço por lá. Fim de semana fiquei em casa, algumas falhas no percurso mas faz parte..é a vida (que é bonita, é bonita..).

    ResponderExcluir
  11. Nada de extraordinário, a vida sempre gosta de pregar pecinhas "engraçadas" para que continuemos em busca da felicidade, se a encontrarmos em plenitude, que sentido teria não é verdade?

    ResponderExcluir
  12. Um rosto na multidão15 de junho de 2010 11:28

    adoro a vida com suas pecinhas a la tragédia grega, já pensou se fosse um romance água com açucar?

    ResponderExcluir
  13. é verdade, não teria graça nenhuma... Ah... Prefiro falar com vc por aqui... Me sinto melhor do que no orkut :D

    ResponderExcluir

liberdade não é libertinagem. OK?